Homenagem | Hoje (25), lembramos a morte em emboscada/Resgate do nosso colega Jair Fiorin

 

Hoje (25) faz quatorze anos da morte, no estrito comprimento do dever, do colega Jair Fiorin. Fato ocorrido em 16 de janeiro de 2005, onde dois presos simularam uma briga e cortaram-se forçando assim, uma movimentação. Foi armada uma escolta para levá-los ao Hospital de Montenegro. Um deles era Enivaldo Farias, o Cafuringa, assaltante de banco e o outro, Milton Alexandre Finotti, o Canhoto.

O  ataque fatídico ocorreu no caminho da Modulada de Montenegro (Pesqueiro), em emboscada. Após intensa troca de tiros com os bandidos, restou ferido o colega Jair Fiorin, que não resistiu e morreu no dia 25 de de janeiro de 2005, no Hospital de Montenegro.

Segundo a acusação da promotoria, Fiorin foi o único executado de forma premeditada, pois era o responsável da escolta pela única arma longa (local predefinido), a calibre 12. A Penitenciária de Pesqueiro (Penitenciária Modulada Estadual de Montenegro“Jair Fiorin”) foi batizada com seu nome.

Pelo resgate de Cafuringa da Penitenciária Modulada de Montenegro e morte do agente Jair Fiorin, Nando recebeu a condenação de 14 anos e 10 meses. O julgamento ocorreu em 2013, na Comarca de Montenegro e o tribunal foi presidido pelo juiz André Luís de Aguiar Tesheiner, da Vara Criminal.

Curta!